Mapa do Site Contato
      Início
    Quem somos
    Assessoria jurídica
      Prestação de contas
    Legislação
  Editais e convocatórias
     Congressos
     Como Aposentar
     Tabelas
     Remuneratórias
     Filie-se ao Sintsep-GO
     Notícias
     Jornal
     Eleições
     TV Sintsep-GO
     Galeria de fotos
     Base sindical
     Espaço do Interior
     Formulários
     Mapa do site
     Contato
Tamanho da letra  Tamanho normalTamanho medioTamanho grande
Você está em: Notícias
28/11/2017 - Sintsep-GO participa de ato na Praa dos Trs Poderes

Nessa terça, caravanas de todo Brasil chegam para ato em Brasília

A Condsef/Fenadsef participou nessa segunda-feira, 27, de audiência pública que lotou o auditório Nereu Ramos na Câmara dos Deputados. Com o tema “Que Serviço Público Queremos” os participantes provocaram debates importantes promovendo reflexão dos reflexos nefastos da política de Estado Mínimo conduzida por este governo ilegítimo. A Emenda Constitucional (EC) 95/16, que congela investimentos públicos pelos próximos vinte anos, esteve no centro das discussões. Sua revogação é encarada como única chance capaz de promover uma reação na crise econômica e social em que o Brasil está mergulhado desde a concepção e execução do golpe que afastou a presidenta legitimamente eleita. A necessidade de organizar a classe trabalhadora continua em destaque. Entidades reunidas apontam o dia 5 de dezembro como mais um dia de lutas contra ataques aos direitos.

Nessa terça, 28, os dois principais fóruns (Fonasefe e Fonacate) que reúnem servidores federais promovem um ato na Praça dos Três Poderes em defesa dos serviços públicos com caravanas de todo Brasil. O Sintsep-GO participa da atividade, junto com mais de 5 mil servidores, em todo o país. Além da caravana, as entidades participam de uma agenda de atividades que inclui a entrega de ações coletivas ao Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 29. As entidades devem entregar um memorial no Supremo questionando a constitucionalidade da EC 95/16. A MP 805/17 que aumenta alíquota previdenciária para servidores públicos de 11% para 14% também será questionada.

Campanha contra servidores
O governo ilegítimo está em uma ofensiva contra os serviços públicos que ganhou novo capítulo com a divulgação de campanha que para defender a nefasta reforma da Previdência ataca o que chama de “privilégios” dos servidores. A campanha teria custado R$20 milhões e em cerca de um minuto reduz e simplifica a ideia de que a reforma é necessária. Esse reducionismo é perverso e só serve para tentar vender uma ideia mentirosa com intuito de obter apoio da sociedade para aprovação de mais retirada de direitos da classe trabalhadora.

É preciso estar atento a essas armadilhas e garantir a construção cada vez maior de unidade, pois está claro que é a desunião que estão pregando para facilitar essa retirada de direitos. Não podemos e não vamos permitir isso.

Com informações da Condsef



<< Voltar
 
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
*Copyright © 2008 - 2017 SINTSEP-GO. Todos os direitos autorais reservados a RD Soluções. | BIS host